Saber sofrer…

Saber sofrerQuando as manhãs já não possuem mais aquela intensa energia que inova e da vigor ao ser, pode ser o início de um deserto interior. É um sinal de que a vida está precisando de cuidado. É um sinal…

É preciso que cada ser humano, se quer de fato ser feliz, cultive dentro de si o zelo contínuo do amor, do prazer e da sabedoria. Com sabedoria pode-se vencer com tranquilidade tempestades e ventanias, noites traiçoeiras e dias nublados. Felizes já são os sábios por saberem fazer uso da sabedoria que Deus os concede. Sabedoria possibilitada no sofrimento, aprendida na dor, testemunhada a cada manhã.

O prazer é uma sensação sentida pelo corpo e pela alma. Uma leveza que faz bem quando brota sem maldade e se expressa sob as virtudes do ser. O coração quando encontra o amor, sente prazer, se renova, tranquiliza-se em pequenos gestos, ganha vigor com um simples olhar… A sabedoria espiritual (Sb 9,1-18) é a chave necessária para fazer um bom discernimento das reações que se revelam nos entretempos do cotidiano.

Muitas vezes, aquela nuvenzinha negra que está por sobre nossa cabeça nem é motivo de tanta preocupação, tampouco de perturbação capaz de nos tirar a paz, e acaba sendo. Quando os probleminhas chegam e nos pegam despreparados, por menor que sejam, serão capazes de nos derrubar e tirar a paz. Já dizia o dito conhecido: Uma pedrinha se transforma numa montanha…

Diante de olhos adoecidos, qualquer coisinha vira monstro. Qualquer sombrinha se transforma em escuridão, qualquer palavrinha vira palavrão e mais uma vez o coração fica ferido, o corpo inteiro arrepia-se de medo e paralisam-se projetos e buscas.

Gosto de acreditar que depois da tempestade sempre vem a bonança e calmaria! Mas é preciso saber esperar, e é esse o segredo: saber sofrer é um jeito bonito de saber viver!

Sobre Pe. Ivanilton,msj

Sou mineiro, natural de Águas Formosas, pequena cidade situada na região nordeste do estado. Desde muito cedo, gosto de trabalhar com minhas próprias mãos. Amo a cultura mineira, gosto do meu povo, das cantigas de roda e das famosas comidas típicas que só se encontram em Minas. Somente aos 18 anos de idade é que saí de casa, entrei para o Seminário do Instituto Missionário São José. Em Aparecida do Taboado, MS, recebi a formação propedêutica. Terminado este período, mudei-me para Taubaté, SP, onde cursei três anos de Filosofia, na UNITAU (Universidade de Taubaté) e, logo após, iniciei o curso de Teologia, pela faculdade Dehoniana. Passados quatro anos de estudos teológicos, fui ordenado Diácono, pelo Instituto Missionário São José, do qual sou membro. Em julho de 2009 fui ordenado Padre e, hoje, exerço o meu ministério na Paróquia Santa Rita de Cássia em Pontalina/GO. Creio que a vida é o dom mais precioso que Deus, gratuitamente nos presenteou. Por isso, carrego em meu coração, o desejo de viver seguindo os pés do Mestre dos mestres, Jesus de Nazaré. O lema que me inspira e ilumina a minha missão é: "Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham plenamente" (cf.: Jo 10,10b).

Um comentário sobre “Saber sofrer…

  1. Pe. Ivanilton… Quanta felicidade estamos sentindo com a sua presença em nosso meio.
    Tenho certeza de que veio para transformar, revigorar a nossa Fé, com sua simplicidade, amizade, determinação, carisma e sobretudo com sua sabedoria espiritual. Os teus ensinamentos tem sido fundamental para nosso crescimento espiritual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *