Sofre mais quem muito espera

Vez outra, gosto de brincar com as palavras.

Nem sempre, pois elas (as palavras) não são tão acessíveis

Parecem ser, mas não é. Erra quem pensa que prende as palavras

Vejo-as intocáveis e indizíveis quando se ausenta a inspiração.

Palavra sem inspiração é como letra sem música. Às vezes são secas e sem graça.

Hoje, quis brincar com as palavras. Senti esta vontade e me pus a escrever…

A pensar fiquei, procurei-as e não as encontrei.

Até que um insight me veio de sobressalto e escrevi:

Fico a pensar no vai-vem das coisas…

A vida é cheia de dinamismo.

Encontros e desencontros.

Chegadas e partidas!

Ciranda que alegra e entristece

que faz chorar, esperançoso coração Ah!

sofre mais quem muito espera…

Não sei por quê. Resposta não há, mistério sem fim.

Sente no olhar a ternura

aqui dentro, silêncio

outrora era assim

agora, vem de novo

sentimento.

quem não tem

Como todos,

 mais um.

Pe. Ivanilton

Sobre Pe. Ivanilton,msj

Sou mineiro, natural de Águas Formosas, pequena cidade situada na região nordeste do estado. Desde muito cedo, gosto de trabalhar com minhas próprias mãos. Amo a cultura mineira, gosto do meu povo, das cantigas de roda e das famosas comidas típicas que só se encontram em Minas. Somente aos 18 anos de idade é que saí de casa, entrei para o Seminário do Instituto Missionário São José. Em Aparecida do Taboado, MS, recebi a formação propedêutica. Terminado este período, mudei-me para Taubaté, SP, onde cursei três anos de Filosofia, na UNITAU (Universidade de Taubaté) e, logo após, iniciei o curso de Teologia, pela faculdade Dehoniana. Passados quatro anos de estudos teológicos, fui ordenado Diácono, pelo Instituto Missionário São José, do qual sou membro. Em julho de 2009 fui ordenado Padre e, hoje, exerço o meu ministério na Paróquia Santa Rita de Cássia em Pontalina/GO. Creio que a vida é o dom mais precioso que Deus, gratuitamente nos presenteou. Por isso, carrego em meu coração, o desejo de viver seguindo os pés do Mestre dos mestres, Jesus de Nazaré. O lema que me inspira e ilumina a minha missão é: "Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham plenamente" (cf.: Jo 10,10b).

Um comentário sobre “Sofre mais quem muito espera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *