11
março

Semana sem graça

Resultado de imagem para Deus*Domingo sem Missa é semana sem graça…*

Esta frase eu li na porta de uma Igreja. E é uma grande verdade: “Domingo sem missa é domingo sem graça” – principalmente para aqueles que costumeiramente reservam do seu precioso tempo um momento pra ir à Igreja aos domingos. De fato, para quem está acostumado a guardar o domingo como “Dia do Senhor” – uma vez que não o guarda, sente que tudo fica mais difícil ao longo da semana iniciada.

Não significa, com isto, que Deus esteja simplesmente nas Igrejas. Mas, a Igreja é um lugar distintamente sagrado que, sem dúvidas, faz muito bem aqueles que ali adentram, se assentam e, no silêncio do coração, se deixam ser tocados pela Graça de Deus e conseguem entrar um pouco mais em seu mistério de amor.

Sem Deus a gente não consegue ir muito longe. O ser humano fica mais limitado diante das intempéries do dia a dia. As tarefas não são executadas com a mesma dinâmica quando o tempo fica sem brecha para tempo de Deus. A cada amanhecer, o Senhor nos fortalece para a luta… mas sem Ele, a força d’Ele, tudo fica triste e sem prazer… Sem buscar força em Deus, o ser humano desanima e perde força com mais facilidade.

Pensando assim, podemos confirmar que, de fato, domingo sem Missa é semana sem graça. Ou, pra ampliarmos um pouco mais o leque desta reflexão… Sem Deus não somente a semana fica ruim, mas a vida humana fica sem graça.

1 comment

10
março

Inveja mata

Vamos falar sobre uma das facetas do mal que mais estraga relações interpessoais: a INVEJA.

Seja em casa ou no trabalho, no trânsito ou no campo de futebol, seja no salão de beleza, seja no escritório – a Inveja quando chega tudo estraga. É uma praga que onde chega corrói tudo, destrói tudo que encontra pela frente: sonhos, projetos, desejos, lutas e vidas. “Tenho muito medo de pessoas invejosas” – confessam alguns. Sabem o quanto este mal é um poderoso corrosivo capaz de ferir e machucar profundamente principalmente aqueles que estão na luta em busca de seus sonhos.

Quando você encontra com alguém carregado de inveja qualquer que seja o seu sucesso precisa ser recolhido e silenciado, pois a reação dos invejosos é sempre maldosa. Ainda que mostre um sorriso aparentemente feliz, a verdade é que quase sempre há uma pitadinha de maldade. De onde vem a inveja? Não é esse o propósito responder com tanto afinco a esta pergunta, aprofundemos mais nesse tema…

Claro que há uma raiz para a inveja. Eu não sei, ao certo, mas creio que o complexo de inferioridade também esteja na raiz deste mal. Sim. Uma pessoa com esse tipo de complexo não se sente amada e nem completa, não acredita em si mesmo, no seu potencial e também não consegue aceitar que o outro possa estar bem. Ela não admite ver o outro se dar bem simplesmente por que ela mesma não está bem. Daí que, qualquer experiência positiva que esta enxerga no outro, lhe causa descontentamento e tristeza. Esta tristeza e esse descontentamento geram a competitividade negativa que visa não um sucesso saudável de autossuperação e êxito pessoal, mas sim um desejo de superação do sucesso do outro.

A inveja mata. Esta frase, com certeza, você já ouviu ou talvez já disse em algum momento da sua vida. E não está errada esta tese. A inveja mata sonhos, projetos, desejos, amizades, metas, focos, vontades. A inveja destrói alegrias, apaga luzes, cria barreiras, dificulta o caminho de quem luta para ser feliz. Cuidado com a inveja. Corra da inveja. Vacine-se contra este vírus que onde chega causa intriga e sofrimento. Ao invés da inveja, alimente-se  de fé e esperança, seja perseverante e jamais se deixe abater diante de qualquer dificuldade. Acredite no seu potencial e saiba que Deus te faz forte pra vencer. Persevere, persista e jamais desista. Lute contra a inveja, pois ela não faz bem a ninguém – nem aos invejosos. E, para encerrar, deixo esse versículo bíblico para ilustrar o que falamos até aqui: “Não sejamos ambiciosos de glória, provocando-nos mutuamente e tendo inveja uns dos outros”
Gl 5,26

1 comment

9
março

Mau humor adoece

Resultado de imagem para limão azedoQue o mau humor adoece, não há dúvida. Uma pessoa quando está de mau humor se transforma. Pode ser bonita, simpática, elegante – quando está de mau humor fica feia, antipática e deselegante. E não há situação mais triste encontrar-se com um mau humorado. E tem dias que é assim mesmo, o ser humano não consegue conservar o bom humor de maneira permanente. Afinal, ninguém é de ferro… E quem nunca passou por uma situação que o deixou assim? Mas, amanhecer de cara virada todos os dias, também não é comportamento normal.

O problema é que quando a pessoa não está em bom estado de espírito ela se torna insuportável e difícil de estabelecer relações de amizade e convivência saudáveis. Se não se cuidar, aquele que é o problema de um passa a contaminar a todos e, como uma epidemia, o ambiente inteiro vai ficando pesado e intolerável.

Cuidado! Mau humor contagia! Não deixe que o seu mau humor atrapalhe a sua convivência com aqueles que estão ao seu redor. Já vi muita gente perder amizades simplesmente por que perderam o controle de si mesmo nessas horas de azedume sentimental, emocional ou mesmo espiritual. Muitas vezes a gente encontra pessoas que dizem assim: Ah! não sei porque ninguém fala comigo, ninguém me ama, ninguém me visita, ninguém isto, aquilo… ninguém, ninguém… Sim. Ninguém suporta ser maltradado ou tratado com desprezo. E, na maioria das vezes, é bem isso que acontece em ambientes assim. Os mau humorados acabam ficando sozinhos.

É preciso muita paciência e atenção para com os mau humorados. Por trás do mau humor existe uma pessoa que não está bem e precisa de um cuidado especial. Terapia pode ser um santo remédio. Afinal, terapeutas existem para isto – pra ajudar a enxergar aquilo que muitas vezes, automaticamente, fazemos sem perceber. Ou, como diz o chaves, fazemos “sem querer querendo” – ou seja, fazemos conscientes e intencionalmente. Cuidar do meu mau humor para que ele não espante o meu próximo e cuidar para que o mal que o mau humorado vomita não me adoeça aos poucos. Este é um exercício que exige constância, pois esse veneno adoece o coração, a mente e pode até destruir o ambiente.

 

No comments yet

Back to top