Arquivos da categoria: Atualidade

Ruas vazias

Rua VaziaNem sempre é fácil compreender certas coisas do cotidiano, situações aparentemente simples, mas simultaneamente muito complexas. O Silêncio tomou o meu coração quando vi as ruas vazias…

As facilidades da modernidade têm distanciado as pessoas da convivência fora de casa, nas ruas da cidade. Nos mais diversos espaços que antes encontrava-se tantos e tantas para o bate papo, a dança de rua, as brincadeiras de roda, agora estão vazios de presenças…

No bairro onde nasci, aprendi muito sobre o valor dos amigos, da socialização, assim como o gosto pelas coisas que marcaram a minha adolescência – neste mesmo bairro atualmente não se escutam mais altos risos e nem as vozes de crianças brincando de esconde-esconde, pique-bandeira, pé-na-lata, etc… tudo mudou! Em alguns momentos, como hoje, posso dizer com toda certeza, que triste mudança!

Claro que outrora a vida era vivida de modo muito diferente: Davam-se valor a detalhes que hoje se parecem ultrapassados, sem importância. Tudo está se transformando com rapidez, desde o mundo das relações humanas aos setores da tecnologia e da informática…

A categoria tempo recebeu uma tonalidade mais preocupante, aliás, para bilhões de pessoas se tornou um problema: Falta tempo. A escassez de tempo atualmente é a resposta que se usa como justificativa para todos ou quase todos os problemas humanos.

Triste cenário este que vivemos se pensarmos na perspectiva do humano. É difícil pensar um mundo sem informática, sem internet, sem celular, sem o virtual. Parece que tudo devera girar em torno disso, destas sofisticadas ferramentas de interação e relação pessoal e interpessoal.

Mas, será mesmo que estamos no limite? Não há mais volta? Será que ainda podemos trazer as nossas crianças para as ruas da cidade e expulsar as trevas da solidão, o silencio das vozes humanas? Será que hoje não é dia de repensarmos o futuro de nossas cantigas de roda e as brincadeiras alegres e dinâmicas que na ruazinha da cidade do interior sempre foi o cartão postal? É tempo de recordar os bons momentos que marcaram nossas raízes, nossa infância. Ainda há tempo de recuperar o tempo!

União entre pessoas do mesmo sexo

Nota da CNBB a respeito da decisão do Supremo Tribunal Federal quanto à união entre pessoas do mesmo sexo

 

união entre pessoas do mesmo sexo

união entre pessoas do mesmo sexo

“Nós, Bispos do Brasil em Assembleia Geral, nos dias 4 a 13 de maio, reunidos na casa da nossa Mãe, Nossa Senhora Aparecida, dirigimo-nos a todos os fiéis e pessoas de boa vontade para reafirmar o princípio da instituição familiar e esclarecer a respeito da união estável entre pessoas do mesmo sexo. Saudamos todas as famílias do nosso País e as encorajamos a viver fiel e alegremente a sua missão. Tão grande é a importância da família, que toda a sociedade tem nela a sua base vital. Por isso é possível fazer do mundo uma grande família.

A diferença sexual é originária e não mero produto de uma opção cultural. O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural. As Sagradas Escrituras, por sua vez, revelam que Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança e os destinou a ser uma só carne (cf. Gn 1,27; 2,24). Assim, a família é o âmbito adequado para a plena realização humana, o desenvolvimento das diversas gerações e constitui o maior bem das pessoas.

As pessoas que sentem atração sexual exclusiva ou predominante pelo mesmo sexo são merecedoras de respeito e consideração. Repudiamos todo tipo de discriminação e violência que fere sua dignidade de pessoa humana (cf. Catecismo da Igreja Católica, nn. 2357-2358). Continue reading

Advento: Tempo da manifestação de Jesus Cristo

Tempo de esperaMais um final de ano se aproxima. Percebe-se que a propaganda comercial “natalina” começa a pupular por todo lado,prometendo muita alegria e felicidade,ilusoriamente “embutidas” nos produtos de consumo.Esse é o natal do comércio.Já o natal do cristianismo é bem diferente,pois tem um sentido profundo.O natal do comércio gira em torno de objetos de consumo,já o Natal cristão gira em torno de uma pessoa: Jesus Cristo.

Como comunidade cristã iniciamos domingo(28/11) nosso tempo de preparação para o Natal.A esse tempo nós chamamos de Advento: tem a ver com aguardo,espera.É um tempo próprio para fazermos um balanço e retomar nosso compromisso com o projeto de Deus. Continue reading