Todos os posts de Pe. Ivanilton,msj

Sobre Pe. Ivanilton,msj

Sou mineiro, natural de Águas Formosas, pequena cidade situada na região nordeste do estado. Desde muito cedo, gosto de trabalhar com minhas próprias mãos. Amo a cultura mineira, gosto do meu povo, das cantigas de roda e das famosas comidas típicas que só se encontram em Minas. Somente aos 18 anos de idade é que saí de casa, entrei para o Seminário do Instituto Missionário São José. Em Aparecida do Taboado, MS, recebi a formação propedêutica. Terminado este período, mudei-me para Taubaté, SP, onde cursei três anos de Filosofia, na UNITAU (Universidade de Taubaté) e, logo após, iniciei o curso de Teologia, pela faculdade Dehoniana. Passados quatro anos de estudos teológicos, fui ordenado Diácono, pelo Instituto Missionário São José, do qual sou membro. Em julho de 2009 fui ordenado Padre e, hoje, exerço o meu ministério na Paróquia Santa Rita de Cássia em Pontalina/GO. Creio que a vida é o dom mais precioso que Deus, gratuitamente nos presenteou. Por isso, carrego em meu coração, o desejo de viver seguindo os pés do Mestre dos mestres, Jesus de Nazaré. O lema que me inspira e ilumina a minha missão é: "Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham plenamente" (cf.: Jo 10,10b).

É preciso acreditar

A imagem pode conter: céu, nuvem, praia, atividades ao ar livre e águaAcreditar é preciso. Sim, pois tem aquele dia que você amanhece sem saber qual a direção certa a seguir e tudo parece muito obscuro, até mesmo os pensamentos. Tem dia que é tanta a pressa por uma resposta e a ânsia pela solução dos problemas é tão grande que a luz do sol parece não querer ressurgir justamente quando a gente mais precisa. Sim. O sol, muitas vezes, parece lento demais pra despontar, e isso só acontece quando você mais precisa da sua luz.

Em diversos momentos da existência o ser humano passa por situações difíceis que o desafiam a dar de si mesmo mais que o máximo possível. É obrigado a dar de si todo o seu esforço, todo o seu limite. Na maioria das vezes, é tão grande o desafio que a pessoa fica sem condições de fazer muito, nem mesmo o suficiente que precisa pra estar bem e em paz consigo mesmo. Todavia, uma coisa é certa: Dias assim são os que mais favorecem-nos os maiores aprendizados na escola da vida.

Nessas horas você se vê impulsionado a acreditar mais. Um detalhe: acreditar é diferente de ter fé. Estou falando do verbo acreditar mesmo. Sim, acreditar mais em si mesmo e acreditar mais na vida. Acreditar mais no ser humano, nos sonhos, nas lutas e nas possibilidades… Acreditar até mesmo no impossível. Como um lavrador que prepara a terra e investe tudo em sementes e adubos… Crente de que está na hora certa ele lança a semente na terra e trabalha ardorosamente na espera pelos frutos.

A marcha da existência segue sempre o seu compasso natural, ainda que nem sempre a compreendamos. Porém, quando entendemos o ritmo natural do tempo e a sua cadência dinâmica tudo fica mais fácil. Por isso, é preciso ter paciência e, sem pressa e ansiedade, esperar que os frutos e os resultados do trabalho realizado apareçam ao seu tempo.

O que muitas vezes não entendemos é que o problema não está totalmente nas coisas que nos acontecem, mas sim em nós mesmos. Daí, tentamos encontrar fora de nós a inspiração capaz de nos mover para frente sendo que esta mesma inspiração já está em nós, porém não notada devido ao desfoque do olhar que está fixado nos problemas. É preciso reagir com um entusiasmo novo, com brilho novo nos olhos. Tarefa um pouco difícil principalmente quando a gente, no fundo, gostaria que as respostas e soluções aparecessem com mais rapidez e num estalo de dedos, como num passe de mágicas.

Segredo importante é não desesperar diante dos fracassos. Saber lidar com cada momento sem desistir da esperança; conservando a paz interior e no coração o firme propósito de vencer. É com esta determinação e profundo desejo de superação que aos poucos sacudimos a poeira e novamente vamos encontrando na bússola existencial o sentido e o otimismo necessários para recomeçar mais otimistas de que mais cedo ou mais tarde tudo voltará ao seu lugar e ficará bem. É assim que, com esperança e fé, podemos vencer as noites escuras do dia a dia.

A existência é feita de desafios e são os desafios que exigem um pouco mais da gente. Eles exigem atitudes determinantes e firmes. Reagir de maneira otimista e esperançosa diante das experiências negativas enfrentadas diariamente. Para isso, acreditar e confiar sempre. Ter fé em Deus, para o qual tudo é possível. E guardar no coração esta grande certeza: Para quem crê, tudo é possível.

Semana sem graça

Resultado de imagem para Deus*Domingo sem Missa é semana sem graça…*

Esta frase eu li na porta de uma Igreja. E é uma grande verdade: “Domingo sem missa é domingo sem graça” – principalmente para aqueles que costumeiramente reservam do seu precioso tempo um momento pra ir à Igreja aos domingos. De fato, para quem está acostumado a guardar o domingo como “Dia do Senhor” – uma vez que não o guarda, sente que tudo fica mais difícil ao longo da semana iniciada.

Não significa, com isto, que Deus esteja simplesmente nas Igrejas. Mas, a Igreja é um lugar distintamente sagrado que, sem dúvidas, faz muito bem aqueles que ali adentram, se assentam e, no silêncio do coração, se deixam ser tocados pela Graça de Deus e conseguem entrar um pouco mais em seu mistério de amor.

Sem Deus a gente não consegue ir muito longe. O ser humano fica mais limitado diante das intempéries do dia a dia. As tarefas não são executadas com a mesma dinâmica quando o tempo fica sem brecha para tempo de Deus. A cada amanhecer, o Senhor nos fortalece para a luta… mas sem Ele, a força d’Ele, tudo fica triste e sem prazer… Sem buscar força em Deus, o ser humano desanima e perde força com mais facilidade.

Pensando assim, podemos confirmar que, de fato, domingo sem Missa é semana sem graça. Ou, pra ampliarmos um pouco mais o leque desta reflexão… Sem Deus não somente a semana fica ruim, mas a vida humana fica sem graça.

Inveja mata

Vamos falar sobre uma das facetas do mal que mais estraga relações interpessoais: a INVEJA.

Seja em casa ou no trabalho, no trânsito ou no campo de futebol, seja no salão de beleza, seja no escritório – a Inveja quando chega tudo estraga. É uma praga que onde chega corrói tudo, destrói tudo que encontra pela frente: sonhos, projetos, desejos, lutas e vidas. “Tenho muito medo de pessoas invejosas” – confessam alguns. Sabem o quanto este mal é um poderoso corrosivo capaz de ferir e machucar profundamente principalmente aqueles que estão na luta em busca de seus sonhos.

Quando você encontra com alguém carregado de inveja qualquer que seja o seu sucesso precisa ser recolhido e silenciado, pois a reação dos invejosos é sempre maldosa. Ainda que mostre um sorriso aparentemente feliz, a verdade é que quase sempre há uma pitadinha de maldade. De onde vem a inveja? Não é esse o propósito responder com tanto afinco a esta pergunta, aprofundemos mais nesse tema…

Claro que há uma raiz para a inveja. Eu não sei, ao certo, mas creio que o complexo de inferioridade também esteja na raiz deste mal. Sim. Uma pessoa com esse tipo de complexo não se sente amada e nem completa, não acredita em si mesmo, no seu potencial e também não consegue aceitar que o outro possa estar bem. Ela não admite ver o outro se dar bem simplesmente por que ela mesma não está bem. Daí que, qualquer experiência positiva que esta enxerga no outro, lhe causa descontentamento e tristeza. Esta tristeza e esse descontentamento geram a competitividade negativa que visa não um sucesso saudável de autossuperação e êxito pessoal, mas sim um desejo de superação do sucesso do outro.

A inveja mata. Esta frase, com certeza, você já ouviu ou talvez já disse em algum momento da sua vida. E não está errada esta tese. A inveja mata sonhos, projetos, desejos, amizades, metas, focos, vontades. A inveja destrói alegrias, apaga luzes, cria barreiras, dificulta o caminho de quem luta para ser feliz. Cuidado com a inveja. Corra da inveja. Vacine-se contra este vírus que onde chega causa intriga e sofrimento. Ao invés da inveja, alimente-se  de fé e esperança, seja perseverante e jamais se deixe abater diante de qualquer dificuldade. Acredite no seu potencial e saiba que Deus te faz forte pra vencer. Persevere, persista e jamais desista. Lute contra a inveja, pois ela não faz bem a ninguém – nem aos invejosos. E, para encerrar, deixo esse versículo bíblico para ilustrar o que falamos até aqui: “Não sejamos ambiciosos de glória, provocando-nos mutuamente e tendo inveja uns dos outros”
Gl 5,26