Arquivos mensais: março 2019

Recolher-se aqui é o mesmo que voltar-se para dentro, olhar para dentro de si. O título desta meditação está no plural, não é por acaso. Coloquei no plural porque creio que são muitos os objetos em nossa vida que diariamente precisamos recolher.

Me lembro muito desta palavra nos Retiros Espirituais Inacianos (Metodologia de Retiro espiritual que, por sinal, indico para todos aqueles que buscam espaços e momentos de espiritualidade a partir da experiência do silêncio e da contemplação).

Então, na espiritualidade de Santo Inácio, os padres abordam de uma maneira muito singular o significado de RECOLHIMENTO – É muito interessante a compreensão que têm sobre esta expressão. É um exercício conduzido e direcionado que  a pessoa é levada a fazer num movimento espiritual de fora para dentro.

Repetidas vezes escutamos este conceito nestas casas de retiros. Durante as colocações (que são reflexões dirigidas pelo assessor ou pregador àqueles que estão fazendo o retiro) – nos explicam o poder do recolhimento como caminho de encontro com Deus e também de encontro do ser humano consigo mesmo. É um voltar-se da criatura para o Criador. E ao mesmo tempo um gesto que leva a pessoa à experiência do autoconhecimento. Vale a pena recolher-se nesta perspectiva.

Recordo também esta palavra do meu tempo de infância e adolescência quando a minha mãe me pedia pra recolher a roupa seca do varal por que estava vindo chuva. Recolher ali significava proteger contra a umidade. Depois de exposta ao sol, a roupa seca precisava ser recolhida e guardada até o momento de passar e depois, só depois seria pendurada no cabide dentro do guarda roupas.

Recolher, portanto, é uma palavra bonita que nos remete a dimensão do cuidado… A gente precisa se recolher pra cuidar. Seja cuidar da gente ou de alguma coisa que a gente sente que precisa de um cuidado especial. Trazer de volta pra dentro e dar o retoque necessário. Colher novamente aquilo que deixamos lá fora e que agora precisa de ser olhado, consertado ou mesmo restaurado.

Concluo esta meditação com esta seguinte pergunta: O que é que mais precisamos recolher em nossa vida nesse tempo de quaresma? O que mais necessita de recolhimento e cuidado nesse exato momento de minha história de vida? Como estou? Como estão as minhas lidas, as minhas lutas e o meu ser?

Desejo a você uma abençoada reflexão, que o Senhor te abençoe e guarde!